“Estamos muito felizes em poder ser o centro deste debate, e pudemos verificar que estamos, aqui falando como região, desenvolvendo um trabalho intenso tanto no combate do mosquito quanto na testagem de pacientes, ou seja, o número alto de casos confirmados também mostra o foco no diagnóstico correto, reforçando que hoje não temos nenhum paciente internado com dengue em nossa cidade”, destaca o secretário-anfitrião, Luís Fábio Marchioro.
 

 

O prefeito de Sorriso, Ari Lafin, reitera que as decisões que serão tomadas a partir do evento de hoje serão rigorosamente seguidas pela Administração. “Hoje temos orgulho em ter em nossa cidade especialistas falando sobre este tema tão preocupante e isso só reforça o trabalho que já vem sendo feito pelos profissionais de nossa secretaria de Saúde, assim como pelos outros municípios e nos ajuda a definir novas ações para combater o mosquito, mas, volto a reforçar: a participação de cada pessoa é fundamental para evitar a dengue e as outras doenças que só aparecem porque ainda são deixados lugares com água para o Aedes colocar seus ovos”, destaca o prefeito de Sorriso.

Daqui a pouquinho, a partir das 13h30, o evento será retomado com a “Pesquisa e ações de vigilância de combate ao Vetor Aedes aegypti”. Esse eixo será conduzido pelos professores doutores Laurival Antonio Vilas-Boas e João Antonio Cyrino Zequi, ambos da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Às 14 horas, serão apresentadas as experiências dos municípios de Sorriso e Sinop. Já às 15 horas será realizada a mesa de encerramentos e encaminhamentos que deverá ser conduzida pela secretária de Saúde Santa Carmem e vice-presidente regional do COSEMS, Fátima Malinsk e pelo secretário de Saúde de Sorriso, Luís Fábio Marchioro.

Pela manhã, o promotor de Sorriso, Márcio Florestan destacou o tema “Controle social: papel da promotoria no combate ao vetor Aedes aegypti”. Na sequência, a doutora Sirlei Franck Thies, técnica da Vigilância Ambiental e gerente do Escritório Regional de Saúde, também discorreu sobre o tema.

O secretário-adjunto de Atenção e Vigilância em Saúde do Estado, Juliano Silva Melo, abordou o tema  “Gestão, controle social e experiências municipais”, detalhando a  “Situação e ações de Vigilância no combate ao vetor Aedes aegypti para o Estado de Mato Grosso”.