07/07/2021 às 08h16min - Atualizada em 07/07/2021 às 08h16min

Internação de adultos de 20 a 59 anos com Covid sobe para 77% em um ano e de idosos cai para 22% em Cuiabá

Neste ano, com o início da vacinação dos grupos prioritário, houve uma redução considerável nas internações de idosos, enquanto a demanda para adultos continuou aumentando.

G1 MT
G1
Internação de adultos com Covid subiu para 77% — Foto: Reprodução
O percentual de internações de adultos com Covid-19, em Cuiabá, subiu para 77%, de 1° de julho de 2020 a 30 de junho deste ano, conforme dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde. Já a internação de idosos caiu para 22%.
 
De acordo com a secretaria, desde o início da pandemia, a porcentagem de internação de pessoas de 20 a 59 anos foi maior do que a de idosos acima de 60 anos, com exceção do mês de setembro do ano passado, quando a taxa para idosos foi de 53% e para adultos 47%.
 
Conforme o levantamento feito pela secretaria, não havia uma grande diferença entre as taxas dos dois grupos. No entanto, neste ano, com o início da vacinação dos grupos prioritário, houve uma redução considerável nas internações de idosos, enquanto a demanda para adultos continuou aumentando.
 
Em abril deste ano, mesmo com o aumento nos casos de Covid-19 em todo o estado, houve redução gradativa nas internações de pessoas acima de 60 anos nos meses seguintes, chegando a 22% no dia 30 de junho.
 
Casos de Covid entre 19 de junho e 3 de julho
 
De acordo com o boletim informativo, nas duas primeiras semanas de junho a média de casos semanais era de 874,8, em Cuiabá. Já nas últimas duas semanas, a média caiu para 541,5 casos.
Além disso, a idade média de infectados foi 40,2 anos, sendo a maior parte mulheres (54,9%).
 
O estudo mostra ainda que a maioria dos casos foi em adultos de 20 a 59 anos, representando 78,3%.

Internações e óbitos
 
Desde o dia 19 de junho, houve uma redução de 10% no número geral de pessoas internadas na capital. Há duas semanas, eram 354 pacientes internados e, no dia 3 julho, o número caiu para 326.
Dos pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), 63,8% não residiam em Cuiabá.
Além disso, no dia 19 de junho, a taxa de ocupação nas UTIs era de 59,1%, e, nesse sábado, a porcentagem diminuiu para 46,2%.
Mesmo assim, a taxa de mortalidade - que mede o risco de óbitos por Covid-19 na população cuiabana - permanece mais elevada do que a taxa do estado e quase o dobro da taxa de mortalidade do país.
Em Cuiabá, são 494,6 mortes para cada 100.000 habitantes. No estado, a taxa é de 344,8, e no Brasil 249,2.
Na capital, das pessoas que morreram, a idade média foi de 63,3 anos.
 
Vacinação
 
Até 3 de julho deste ano, a Secretaria de Saúde de Cuiabá recebeu 353.473 doses de vacina contra a Covid-19.
Desde 20 de janeiro, quando começou a campanha de imunização, foram aplicadas 285.769 doses, sendo 213.508 como primeira dose, 68.691 como a segunda dose e 3.570 com dose única. A quantidade aplicada representa 80,8% do total de vacinas recebidas pelo município.
 
Dados de Mato Grosso
 
De acordo com o boletim da Secretaria Estadual de Saúde, em Mato Grosso, foram registrados 458.874 casos de Covid-19 até agora.
Mato Grosso é um dos estados onde ocorreu queda na taxa de ocupação de leitos de UTI para pacientes com Covid-19, saindo da zona de alerta crítico e entrando para alerta intermediário, entre 60% e 80%.
Atualmente, a taxa de ocupação está em 68,86%. São 1.359 internados em UTIs e enfermarias públicas do estado.
Entre os pacientes internados, com evolução dos casos, 41,9% dos idosos, 17,4% dos adultos, e 9,3% das crianças e adolescentes foram a óbito.
 
 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://regionalnewsmt.com/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp