No Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e na sede do Desenvolve MT a pauta foi a análise de agências para operacionalizar o Banco do Empreendedor no Município.

No caso do Desenvolve MT, como o programa é uma agência de fomento, a discussão foi sobre as taxas de operação. Já no Sebrae, a busca foi por informação. “No Sebrae buscamos informações por outras agências, além do Desenvolve MT; a equipe do Sebrae tem um bom domínio sobre o assunto, inclusive realizando pontes com Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPs) que atuam nesse setor no Rio Grande do Sul e nós queremos entender um pouco mais dessa experiência para podermos implantar um projeto público que realmente atenda aos interesses dos nossos microempreendedores”, frisa o prefeito.

O gestor da pasta de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Oliveira, destaca que o projeto do Banco do Empreendedor já foi aprovado pelo Legislativo. A intenção é viabilizar linhas de crédito para pequenos empreendedores com valores que podem variar de R$ 3 mil a R$ 40 mil por beneficiado. “Inicialmente, vamos disponibilizar R$ 1 milhão para a linha de crédito, podendo ampliar esse valor conforme for a adesão dos nossos empreendedores”, salienta Cláudio.

Para o prefeito, essa é uma maneira de proporcionar a verdadeira valorização dos pequenos e médios empresários sorrisenses.

 Construção e reforma de escolas estaduais

Com o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, os sorrisenses avaliaram o andamento de obras de construção e reforma de unidades escolares estaduais. “Diante da solicitação de reequilíbrio financeiro pela empreiteira que está executando as obras das escolas estaduais Militar e Mário Raiter, estamos alinhando junto ao Governo esta demanda”.

Pelo convênio, os recursos financeiros vêm pelo Estado, já que a Prefeitura se responsabilizou pela parte de projetos, trâmite burocrático para licitação e fiscalização das obras, além, é claro, da doação dos terrenos.

Além de instalar novas unidades, a parceria entre os executivos municipal e estadual também prevê a reforma das escolas estaduais 13 de Maio, José Domingos Fraga, Arlete Cappellari e Mário Spinelli. Para esta finalidade, o Estado destinou R$ 4.150.000,00 em um convênio firmado ainda no ano passado.

De acordo com dados da Secretaria da Cidade, todos estes processos já foram licitados e estão em fase de homologação e elaboração de contrato. “Em breve, já será possível emitir as ordens de serviço para que as empreiteiras licitadas possam iniciar as obras”, informou o prefeito ao gestor estadual, que já se prontificou a vir a Sorriso assinar os documentos. Também integra o planejamento de melhoria das estaduais a reforma da Escola Estadual Cristiano Araújo Pires, do Distrito de Boa Esperança.

Os vereadores Leandro Damiani (presidente do Legislativo) e Rodrigo Machado também acompanharam as reuniões.