15/05/2022 às 16h41min - Atualizada em 15/05/2022 às 16h41min

Milho tem semana agitada marcada pelo clima e novos dados do USDA; B3 fecha em alta

Da redação

A semana foi agitada para o mercado de grãos e um dos destaques se deu entre os preços do milho. Os traders tiveram de digerir diversos números novos reportados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) ao mesmo tempo em que monitoravam condições adversas de clima em importantes países produtores do cereal, entre eles o Brasil. 

Assim, como resumiu o analista de mercado da Agrinvest Commodities, Eduardo Vanin, ""para a próxima semana olhos grudados no avanço do plantio nos EUA, o estrago do clima seco na Europa, os ajustes do USDA, inundações na China e geadas no Brasil". 

Somente nesta sexta-feira (13), os futuros do milho na B3 subiram até 2,59%, como foi o caso do contrato julho/22, que fechou o dia com R$ 96,58 por saca. Nos vencimentos mais distantes, os indicativos seguem acima dos R$ 100,00 e acumulam bons ganhos no balanço semanal. 

O mercado refletiu rapidamente as preocupações com as condições climáticas em regiões produtoras do Brasil, principalmente depois dos alertas de geadas para alguns locais. Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o meteorolgista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorolgia) Francisco de Assis Diniz, falou sobre a confrimação de algumas geadas em áreas do Sul do MS , Sul de MG e várias áreas da região Sul e de SP. 

No entanto, Assis explica também que é importante acompanhar e entender qual será a intensidade deste fenômeno


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://regionalnewsmt.com/.