16/07/2022 às 10h05min - Atualizada em 16/07/2022 às 10h05min

Sinop: Sindicato Rural emite nota de repúdio contra Fávaro e Geller; "o agro não está com Lula"

Nota da entidade diz ainda que o ex-presidente Lula pretende implantar o comunismo no Brasil

Mídia News
Regional News MT

O Sindicato Rural de Sinop emitiu nota de repúdio contra o senador Carlos Fávaro (PSD) e o pré-candidato ao Senado, deputado federal Neri Geller (PP), que fecharam aliança com o ex-presidente Lula (PT) visando a eleição.

 

Na nota, assinada pelo presidente Ilson José Redivo, a entidade classificou como “nefasta” a aliança de dois candidatos do agronegócio ao PT.

 

O Sindicato ainda acusa o ex-senador Blairo Maggi de participar da negociação com o objetivo monopolizar o transporte de grãos no Estado.

 

“O apoio nefasto de dois candidatos que se dizem do agro visa apenas a dar suporte a um só grupo econômico, que iMaggina monopolizar o transporte e o mercado de milho, soja e algodão, tendo um de seus representantes um ex-senador”, diz trecho da nota.
 

“Esse apoio político de ‘Fávaro e Nerizão’ revela apenas que seus perfis não estão voltados ao agro e à família brasileira, mas demonstra ação retrógrada e oportunista, que vem, de forma acintosa, desconstruir os avanços obtidos nos legítimos movimentos sociais do setor produtivo, envergonhando os produtores rurais que tanto trabalharam para esse Estado”, diz outro trecho da nota.

 

Em um dos trechos, a nota cita que Lula, se eleito, pode adotar o socialismo no Brasil.

 

"O ex-presidiário candidato a presidente já acena para o controle da imprensa, propriedades e, conseqüentemente, pretende tirar a liberdade da população brasileira impondo regime socialista como na Venezuela e em Cuba, tudo apoiado pelo Foro de São Paulo, organização politicamente criminosa fundada pelo ex-presidiário e Fidel Castro", diz o documento.
 

Leia a nota na íntegra:

 

O Sindicato Rural de Sinop, a pedidos de seus associados, vem a público para comunicar seu repúdio com a atitude de apoio de Carlos Fávaro e Neri Gueller à eleição de candidatos dos partidos dos trabalhadores.

 

Como é de conhecimento público, o Partido dos Trabalhadores atua em conjunto e apóia o M.S.T., organização criminosa que invade, depreda, incendeia propriedades adquiridas com trabalho e esforço de famílias honestas.

 

Ademais, o ex-presidiário candidato a Presidente já acena para o controle da imprensa, propriedades e, conseqüentemente, pretende tirar a liberdade da população brasileira impondo regime socialista como na Venezuela e em Cuba, tudo apoiado pelo Foro de São Paulo, organização politicamente criminosa fundada pelo ex-presidiário e Fidel Castro.

 

O apoio nefasto de dois candidatos que se dizem do agro visa apenas a dar suporte a um só grupo econômico, que iMaggina monopolizar o transporte e o mercado de milho, soja e algodão, tendo um de seus representantes um ex-senador.

 

Esse apoio político de ‘Fávaro e Nerizão’ revelam apenas que seus perfis não estão voltados ao Agro e à família brasileira, mas demonstra ação retrógrada e oportunista, que vem, de forma acintosa, desconstruir os avanços obtidos nos legítimos movimentos sociais do setor produtivo, envergonhando os produtores rurais que tanto trabalharam para esse Estado”.

 

Ilson José Redivo 

Presidente do Sindicato Rural de Sinop


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://regionalnewsmt.com/.