06/01/2023 às 09h54min - Atualizada em 08/01/2023 às 00h01min

IGP-DI acumula inflação de 5,03% em 2022, diz FGV

Em dezembro, o IGP-DI teve alta de preços de 0,31%, taxa superior à observada em novembro, quando foi registrada deflação de 0,18%, informou hoje a Fudação Getulio Vargas (FGV).

Agencia Brasil
https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2023-01/igp-di-acumula-inflacao-de-503-em-2022-diz-fgv

Plataforma de Notícias Regional News MT Publicidade 790x90



O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), fechou 2022 com inflação de 5,03%. A taxa é inferior à observada em 2021 (17,74%).



Entre os três subíndices que compõem o IGP-DI, a taxa acumulada mais alta em 2022 foi observada no Índice Nacional de Custo da Construção (INCC): 9,28%. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que analisa o atacado, teve inflação de 4,70% em 2022.



Notícias relacionadas:

Já o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede o varejo, teve a menor alta de preços acumulada no ano: 4,28%.



Em dezembro, o IGP-DI teve alta de preços de 0,31%, taxa superior à observada em novembro, quando foi registrada deflação de 0,18%. Os três subíndices tiveram inflação no mês: IPA (0,32%), IPC (0,35%) e INCC (0,99%).



Segundo a FGV, o IGP-DI é usado como referência para correções de preços e valores contratuais. O IGP-DI também é empregado no cálculo do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país.




Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2023-01/igp-di-acumula-inflacao-de-503-em-2022-diz-fgv


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://regionalnewsmt.com/.