18/08/2021 às 09h01min - Atualizada em 18/08/2021 às 09h01min

Taxa de mortalidade por Covid-19 em Cuiabá é quase o dobro da nacional

Capital registrou 3.300 mortes pela doença desde o início da pandemia.

G1 MT
— Foto: Mario Tama/Getty Images via BBC
A taxa de mortalidade por Covid-19 em Cuiabá é a mais alta do estado e quase o dobro da taxa nacional. Foram 3.300 vítimas fatais da doença desde o início da pandemia. O índice da capital é de 534,1 para cada 100 mil habitantes; em Mato Grosso, de 374,1 e, no Brasil, de 270,7 para cada 100 mil habitantes.
Os dados são do último Informe Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgado nesta terça-feira (17).

A taxa de letalidade na capital é de 3,2% e também é a maior que a do estado. Esse índice teve pequenas variações durante alguns meses de 2020, mas permanece mais elevado que o de Mato Grosso (2,6%) e do Brasil (2,8%).

Em Mato Grosso, mais de 13,3 mil pessoas perderam a vida para a Covid-19.

Desde a primeira morte pela Covid-19 em residentes em Cuiabá, no dia 15 de abril do ano passado, até o 14 de agosto de 2021 foram registradas 3.300 mortes residentes na capital.

Em relação ao número de internações, houve um aumento de 286,3% em adultos nos grupos etários de 20 a 29 anos, 286,6% em adultos de 30 a 39 anos e 203% de 40 a 49 anos.
 

Casos de Covid-19

A maior média de casos semanais neste ano foi registrado em março, com 3.871,5 casos por semana. Em abril esse índice reduziu para 1.877,8 casos, em maio, para 1.086 casos, junho, 1.089,6 casos por semana, e em julho a média aumentou para 1.107,0 casos por semana, interrompendo a tendência de queda.

Nos primeiros 14 dias de agosto, a média semanal foi de 882,5 casos, mas muitos casos ainda não foram notificados ou lançados no sistema da SES e pode refletir em um número maior de casos por semana.

Do total de casos de Covid-19, 20,5% foram de residentes da capital.

Além disso, a taxa de incidência por Covid-19, em Cuiabá cresceu 1,7% quando comparada a duas semanas e manteve-se mais elevada que a taxa de Mato Grosso e do Brasil.

O maior aumento da taxa de incidência na população foi em adolescentes, com um crescimento de 209,7%, depois em crianças (191,8%), adultos jovens de 20 a 29 anos (134,7%) e por último de idosos, que apresentou o menor crescimento, 117,6%.
Em Cuiabá foram registrados 103.463 casos de Covid-19 e em Mato Grosso, mais de 507 mil infectados com o vírus.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://regionalnewsmt.com/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp